Bem vindo ao Hotel Califórnia

by
Bom pessoal,
Há um tempo atrás nós publicamos um Top 5 com as músicas que dariam filmes (https://surtocoletivo.wordpress.com/2008/12/27/top-5-musicas-que-dariam-filmes/). Listada no quarto lugar estava a música Hotel Califórnia do Eagles. Sempre achei essa música fascinante e sempre quis contar a minha versão dessa estória. Então, aqui segue a primeira parte de um conto inspirado nela.
Espero que vocês gostem.
Boa leitura!
Este poderia ser o inferno ou o céu...

Este poderia ser o inferno ou o céu...

Eu lembro daquele dia frio de novembro como se fosse hoje. Lembro da cara animada do Mike dizendo que seria mole conseguir assaltar aquela farmácia. Ele tinha o esquema todo de horários e de quem ficava no plantão noturno, afinal o cara saiu com uma das balconistas durante 2 meses só pra isso. Com essas informações nós poderíamos entrar, roubar as drogas e o dinheiro e sair sem problema nenhum. Pelo menos era o que pensávamos…

Eu não sei em que hora tudo começou a dar errado.. Só lembro da polícia chegando, da troca de tiros, de pegar o pacote com as drogas e de correr pro carro.. Mike corria atrás de mim, mas eu não podia esperá-lo! Se eu não saísse com o carro logo iam acabar me pegando, então eu acelerei e deixei meu amigo pra trás…

Eu já estava dirigindo há mais de 3 horas e tudo que eu via era o nada. A gasolina já estava no fim, eu já estava chapado e a polícia estava atrás de mim. Isso sem contar que já era noite… Eu precisava de um lugar para me esconder, dormir e reabastecer. Foi nessa hora que eu avistei o lugar! A placa dizia “Hotel Califórnia”, mas na verdade o que se via era uma espelunca na beira da estrada para o nada. Sem muitas opções, eu corri pra lá e me dirigi ao balcão pra pedir um quarto.

O cara que veio me atender mais parecia um morto-vivo. Magro, alto e pálido o recepcionista me olhou com cara de quem estava muito ocupado pra ser interrompido e se levantou da cadeira onde olhava a novela. Ele se aproximou do balcão e disse:

– Bem vindo ao Hotel Califórnia. O senhor tem reserva?

Eu saquei um bolo do dinheiro que peguei na farmácia e disse:

– Isso resolve o problema da reserva?

– Perfeitamente senhor. Acredito que tenhamos um lugar preparado para o senhor…

Não gostei muito do sujeito, mas também nunca gostei muito de ninguém.. Então não dei muita bola. Minha meta ali era passar a noite e na manhã seguinte botar o pé na estrada pro lugar mais longe possível… Era… Tempo passado…

O cara pegou uma chave com o número 7 e disse:

– Esse é o seu quarto. É só seguir até o final do corredor.

Depois de falar isso, ele voltou pra cadeira e pra novela. Cara preguiçoso e imprestável! Mas tudo bem.. Naquele momento o que eu menos queria era alguém invadindo a minha “privacidade”. Segui pelo corredor e vi algumas salas e outras dependências. O lugar tinha uma espécie de mini-barzinho com algumas pessoas bebendo e conversando. Quem sabe após um banho eu não passe aqui só pra tomar um trago?

Continua…

Anúncios

3 Respostas to “Bem vindo ao Hotel Califórnia”

  1. Rubens Correia Says:

    Hum muito bom um bar perto,eu me animaria logo, tomaria vários tragos lá.

    Demorou, sofreu mas chegou

    Legal a história vamos ao próximo capítulo

    BLOGdoRUBINHO
    http://www.blogdorubinho.cjb.net
    http://www.twitter.com/blogdorubinho

  2. J. C. David Says:

    hotel california…meu pai adora essa música, e a história contada por você é muito boa…mesmo..

  3. Site Plugado Says:

    Otima historia.. espereo pelos proximos capitulos..

    visite quando puder.

    http://www.fiqueplugado.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: