Archive for julho \27\UTC 2009

O círculo dos expostos

julho 27, 2009
Vende-se espaço numa vida privada...

Vende-se espaço numa vida privada...

Lendo duas notícias que saíram hoje no jornal, acabei encontrando dois exemplos bem diferentes dos efeitos da exposição da vida privada na mídia.

No primeiro, uma ex-participante de um famoso reality show conta sua estratégia para resolver os problemas que a afligem no dia a dia, enquanto na segunda um homem saudita conta sua biografia amorosa/sexual em na televisão.

O primeiro caso é lugar comum no mundo das ditas “celebridades” e muitas vezes é um recurso utilizado para aquelas que tem dificuldade em se manter em evidência. Na ausência de outras armas, sobra à celebridade da vez abrir as portas de sua intimidade e se mostrar “viva” através de forçada exposição de aspectos que não contribuem em nada para a vida social. O pior de tudo é que infelizmente essa técnica funciona, vide o sucesso dos próprios reality shows e a venda de revistas e jornais com informações sobre a vida privada destas pessoas.

No segundo caso, a situação complica bastante, pois, a sociedade na qual o referido senhor está inserido desaprova veementemente as condutas expostas publicamente por ele (como sexo antes do casamento, adultério, entre outros), punindo com violência física institucionalizada e privação de liberdade, de acordo com o código islâmico. (more…)

O melhor amigo do homem

julho 21, 2009
Amigos surgem nos locais mais improváveis...

Amigos surgem nos locais mais improváveis...

Havia caído ao fundo do poço e agora estava sentado na calçada, olhando o movimento dos passantes e pensando em que momento exatamente perdera o rumo. A roupa rota e suja era a perfeita antítese dos ternos que costumavam cobrir sua alva pele. Ele já pensara em suicídio, assalto, prostituir-se, mas se considerava um tanto quanto incapaz para tais atos. Sobrava então a inexistência que lhe condicionava a ficar sentado na calçada vendo o trânsito da grande cidade.

Neste momento uma pequena criatura se aproxima dele e se senta ao seu lado. Ele olha para seu novo companheiro e percebe que é um cachorro. Não um pastor alemão ou pequinês, mas o bom e velho vira-latas que ao seu lado acenava com o rabo. (more…)

O dia dos amigos

julho 20, 2009
Amigo de verdade é aquele que te sacaneia quando dá, mas ajuda quando é preciso...

Amigo de verdade é aquele que te sacaneia quando dá, mas ajuda quando é preciso...

Salsicha e Scooby, Holmes e Watson, Marx e Engels, Telma e Louise. Essa célebres duplas possuem uma caracteróstica em comum: a amizade. E esse é o nosso tema de hoje.

Surgido a partir de uma idéia (pasmem!) argentina, o dia dos amigos é comemorado internacionalmente e celebra a alegria de compartilhar a vida com aquelas pessoas que amamos.

E quando falamos em amigos o que nos vem à cabeça? O jeito brincalhão de um, a fala mais calma de outra, o jeito séria de mais outro.. Enfim, uma variedade de jeitos de ser e formas de expressar esse sentimento tão belo.

Se são amigos próximos, distantes, antigos, novos… Nada disso importa! O que realmente é importante nesse momento é que quero dizer a todos vocês que cada um de vocês é parte de quem sou hoje e que é um imenso prazer poder chamá-los de meus amigos.

Feliz dia dos amigos!

Pensamento do dia: Pensando 500 e poucos anos de política no Brasil

julho 17, 2009
Mais que uma previsão. Uma constatação!

Mais que uma previsão. Uma constatação!

Pesquisa divulga: Falar palavrão faz bem à saúde!

julho 15, 2009
Esta nós preferimos nem traduzir...

Esta nós preferimos nem traduzir...

Nós crescemos ouvindo que repetí-los é feio, que é falta de educação, que são palavras malditas e coisasdo tipo… Mas atire a primeira pedra quem NUNCA falou um palavrão!

Pois é, em alguns momentos da vida o palavrão é necessário para aliviar dores, frusrações e, em casos extremos, até para evitar assassinatos. Um estudo realizado por uma universidade inglesa (e por que esses estudos sempre vêm de lá?) vai exatamente ao encontro desta teoria e comprova a eficácia de soltar um bem colocado e estratégico palavrão nos momentos de maior estresse.

É importante, porém, lembrarmos que o palavrão deve ser utilizado em ocasiões específicas, não devendo virar figura fundamental em nosso vocabulário, pois, ao invés de exercer seu efeito terapêutico, estaremos apenas sendo descorteses com as pessoas próximas.

Segue abaixo a reportagem:

Falar palavrão pode aliviar dor física, diz estudo

Falar palavrões pode ajudar a diminuir a sensação de dor física, segundo um estudo da Escola de Psicologia da Universidade de Keele, na Inglaterra, publicado pela revista especializada NeuroReport. (more…)

Sonho de Ícaro..

julho 10, 2009
Mais alto, coração...

Mais alto, coração...

Voar.. Voar.. Subir.. Subir…

Sentando em frente ao micro, ouço os versos dessa música que fez sucesso nos anos 80 na voz do cantor Biafra e penso: Quais são os nossos sonhos de Ícaro atualmente?

Estava comentando com a minha sogra sobre quais seriam os sonhos e/ou desejos impossíveis que nós teríamos. Alguns poderiam citar o desejos de adquirir habiliddes sobre-humanas tais como voar, ler pensamentos, ficar invisível… Outros poderiam citar desejos mais mundanos como fama, fortuna e uma gama de prazeres carnais… (more…)

Pensamento do dia: O que fazer?

julho 9, 2009

A volta dos que não foram...

A volta dos que não foram...

“Há dois tipos de pessoas que me incomodam profundamente: as que só fazem bosta e as que não fazem bosta nenhuma…”

O reflexo no espelho: o desconhecido familiar

julho 6, 2009
Será que essa pessoa no espelho sou eu?

Será que essa pessoa no espelho sou eu?

Ele levantou da cama e se dirigiu ao banheiro. Com os gestos sendo realizados mecanicamente, ele lavou o rosto, escovou os dentes e se olhou no espelho… Mas o olhar que voltava no reflexo não era o dele. Era o olhar de um desconhecido familiar… Alguém que ele já vira antes em algum lugar, mas que definitivamente não reconhecia como sendo ele mesmo. Mas se não era seu reflexo no espelho, quem seria a enigmática figura que lhe olhava intrigada? (more…)

Pensamento do dia: Em busca da imortalidade

julho 4, 2009
Quando as estrelas começarem a cair.. Me diz: pra onde é que a gente vai fugir? (Legião Urbana)

Quando as estrelas começarem a cair.. Me diz: pra onde é que a gente vai fugir? (Legião Urbana)

Com o avanço da tecnologia e dos estudos referentes à saúde e qualidade de vida da população, estima-se que em pouco tempo o homem consiga sobreviver uma média de 100 anos. A pergunta que fica é se nosso planeta conseguirá sobreviver a essa estimativa se continuarmos a tratá-lo do modo que temos tratado até agora.

Aconteceu: Pesquisa confirma tem muito brasileiro que além de trair não usa camisinha

julho 3, 2009

Traição é assunto delicado… Para alguns é costume, pra outros abominação e ainda tem uma parcela que considera um negócio (conforme mostrado em outro tópico nosso). Porém, o que não se pode perder de vista é a necessidade de se cuidar. A utilização de preservativos, além de ser um método contraceptivo comprovadamente eficiente, também garante a proteção contra o vírus da AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Independente da sua escolha por monogamia compartilhada (aquele cara que diz que é fiel, mas não pode ver uma cerca dando mole) ou “bundalelê total” (precisa explicar?), a sua primeira e maior escolha é por se preservar e também à pessoa que compartilha a sua intimidade.

Pense bem e cuidado…

Pesquisa revela que brasileiro trai e muitos não usam preservativo

Estudo do Ministério da Saúde revela comportamento que aumenta o risco de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis

POR PÂMELA OLIVEIRA, RIO DE JANEIRO

Rio – Boa parcela dos brasileiros que têm relacionamentos estáveis trai seus companheiros. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, cerca de 7,1 milhões (16%) de homens e mulheres — dos 43,9 milhões que vivem com companheiros — admitiram que fazem sexo fora do casamento. E o pior: 63% não usam preservativos quando são infiéis, segundo a ‘Pesquisa sobre Comportamento, Atitudes e Práticas Relacionadas às DSTs e Aids da População Brasileira (PCAP)’, divulgada ontem. O estudo mostra ainda que o número de brasileiros que fizeram sexo casual com mais de cinco pessoas no ano anterior mais do que dobrou em quatro anos. Em 2004, 4 em cada 100 admitiram a prática. Agora, eles são 9. (more…)